sábado, 21 de junho de 2008

UM DIA EM ROMA

sol incandescente
esquecimento
sinos no poente

o dia esmaece solitário
no ocre do futuro que não dura

um vulto debruça-se
à procura do rosto indecifrável
em vielas escuras povoando o dia


Roma, agosto de 2004.

Nenhum comentário: